Minha lista de blogs

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

TESTANDO OS TRIBUNAIS SUPERIORES

     A patética inscrição do presidiário como candidato à presidência é um sinal claro que o bom senso não existe para o partido que já comandou (e despedaçou) o país por longos 14 anos. Beira ao ridículo essa pretensão, se estivéssemos, é claro, em qualquer outro país. Estes esquerdopatas que desejam vencer à custa da insistência, deveriam ser severamente punidos.
      Cabe ao TSE, através da Ministra Rosa Weber, agir rápido, negando-lhe, de pronto, o que até uma criança de jardim de infância sabe: Integrante da ficha suja. E Pt saudações.
       Parece evidente, que após ter vários recursos negados, e mais ainda no dia de ontem, quando o Ministro Luiz Fux deixava a presidência do TSE e afirmava categoricamente que candidato julgado por colegiado, em 2ª Instância, não teria sua inscrição homologada. Que coisa feia e desonesta senhor Cristiano Zanin, nobre advogado de Lula. Deveria respeitar as leis, honrando sua profissão. Mas um candidato ficha suja jamais vai jogar limpo. Confia em seu "exército" dos mortadelas pagos para fazer barulho. Mamma mia!!!
                                           E AGORA MINISTRA ROSA WEBER? HAVERÁ DECISÃO RÁPIDA?
 

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

IMPRENSA LIVRE NO BRASIL?

Decisão do TSE determinou a retirada de comentário de Arnaldo Jabor do site da CBN, a pedido do eterno presidente Lula, e feriu preceito constitucional da liberdade de imprensa. (Ricardo Ramos)

Veja o que escreveu Arnaldo Jabor:

"O que foi que nos aconteceu? No Brasil, estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor, ‘explicáveis’ até demais.
Quase toda a verdade já foi descoberta, quase todos os crimes provados, quase todas as mentiras percebidas. Tudo já aconteceu e quase nada acontece.
Parte dos culpados estão catalogados, fichados, processados e condenados e quase nada rola. A verdade está na cara, mas a verdade não se impõe, tais são as manobras de procrastinação, movidas por um sem número de agentes da quadrilha.
Isto é uma situação inédita na História brasileira!! Nunca a verdade foi tão límpida à nossa frente e, no entanto, tão inútil, impotente e desfigurada!! Os fatos reais mostram que, com a eleição de Lula, uma quadrilha se enfiou no governo, de cabo a rabo da máquina pública e desviou bilhões de dinheiro público para encher as contas bancárias dos quadrilheiros e dominar o Estado Brasileiro, tendo em vista se perpetuarem no poder, pelo menos, por 70 anos, como fizeram os outros comunas, com a extinta UNIÃO SOVIÉTICA!!
Grande parte dos culpados, já são conhecidos, quase tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes, as provas irrefutáveis, mas os governos psicopatas de Lula e Dilma negam e ignoram tudo!!
Questionado ou flagrado, o psicopata CHEFE, não se responsabiliza por suas ações. Sempre se acha inocente ou vítima do mundo, do qual tem de se vingar. O outro não existe para ele e não sente nem remorso, nem vergonha do que fez!!
Mente, compulsivamente, acreditando na própria mentira, para conseguir o poder. Estes governos são psicopatas!! Seus membros riem da verdade, viram-lhe as costas, passam-lhe a mão nas nádegas. A verdade se encolhe, humilhada, num canto.
E o pior, é que a dupla Lula-Dilma, amparada em sua imagem de ‘povo’, consegue transformar a Razão em vilã, as provas, em acusações ‘falsas’, a condição de Cúmplices e Comandantes, em ‘vítimas’!!
E a população ignorante e alienada, engole tudo.. Como é possível isso? Simples: o Judiciário paralítico entoca a maioria dos crimes, na Fortaleza da lentidão e da impunidade, a exceção do STF, que, só daqui a seis meses, na melhor das hipóteses, serão concluídos os julgamentos iniciais da trupe, diz o STF.
Parte dos delitos são esquecidos, empacotados, prescrevem, com a ajuda sempre presente, dos TÓFFOLIS e dos LEVANDOWISKIS. (Some-se à estes dois: Barroso, Teori Zawaski e Rosa Weber)
A Lei protege os crimes e regulamenta a própria desmoralização. Jornalistas e formadores de opinião sentem-se inúteis, pois a indignação ficou supérflua. O que dizemos não se escreve, o que escrevemos não se finca, tudo quebra diante do poder da mentira desses últimos dois governos. Sei que este, é um artigo óbvio, repetitivo, inútil, mas tinha de ser escrito…
Está havendo uma desmoralização do pensamento. Deprimo-me: Denunciar para quê, se indignar com quê? Fazer o quê?’ A existência dessa estirpe de mentirosos está dissolvendo a nossa língua. Este neocinismo está a desmoralizar as palavras, os raciocínios.
A língua portuguesa, os textos nos jornais, nos blogs, na TV, rádio, tudo fica ridículo diante da ditadura do lulo-petismo. A cada negação do óbvio, a cada testemunha, muda, aumenta a sensação de que as idéias não correspondem mais aos fatos!! Pior: que os fatos não são nada – só valem as versões, as manipulações. Nos últimos anos, tivemos um grande momento de verdade, louca, operística, grotesca, mas maravilhosa, quando o Roberto Jefferson abriu a cortina do país e deixou-nos ver os intestinos de nossa política.
Depois, surgiram dois grandes documentos históricos: o relatório da CPI dos Correios e a Denúncia do Procurador-geral da república, enquadrando os 39 quadrilheiros do escândalo do MENSALÃO. Faltou o CHEFÃO.
São verdades cristalinas, como sol a Pino. E, no entanto, chegam a ter um sabor quase de ‘gafe’. Lulo-Petistas clamam: ‘Como é que o Procurador Geral, nomeado pelo Lula, tem o desplante de ser tão claro! Como que o Osmar Serraglio pode ser tão explícito e, como o Delcídio Amaral não mentiu em nome do PT?
Como pode ser tão fiel à letra da Constituição, o infiel Joaquim Barbosa? Como ousaram ser tão honestos?’ Sempre que a verdade eclode, reagem. Quando um juiz condena rápido, é chamado de exibicionista’. Quando apareceu aquela grana toda, no Maranhão, a família Sarney reagiu ofendida com a falta de ‘finesse’ do governo de FH, que não teve a delicadeza de avisar que a polícia estava chegando….
Mas agora é diferente. As palavras estão sendo esvaziadas de sentido. Assim como o stalinismo apagava fotos, reescrevia textos para contestar seus crimes, o governo de Lula, foi criando uma língua nova, uma neo-língua empobrecedora da ciência política. Uma língua esquemática, dualista, maniqueísta, nos preparando para o futuro político simplista, que está se consolidando no horizonte.
Toda a complexidade rica do país será transformada em uma massa de palavras de ordem, de preconceitos ideológicos movidos a dualismos e oposições, como tendem a fazer o Populismo e o Simplismo."

Não deixe de repassar, é o mínimo que podemos fazer diante de tanta corrupção!
Pessoal leiam e repassem, estamos sendo tratados como escravos e sem direito à opinião , vamos novamente para as ruas, e agora vamos parar tudo, a situação tem que mudar pelo amor ou pela dor, repassem!

terça-feira, 7 de agosto de 2018

APELO AO GENERAL MOURÃO

    Adepto de Bolsonaro presidente, venho encarecidamente solicitar ao candidato a vice na chapa do "Bolsito", ilustríssimo General Mourão que não gere polêmicas mas se mantenha frio e calculista, como convém a um candidato às vésperas de uma eleição inusitada onde as reais chances se tornam óbvias e ululantes.
    Meu apelo é para o General Mourão não fale sobre minorias étnicas no Brasil. Que deixe de lado GLBT, índios, quilombolas, afrodescendentes, haitianos etc. É sempre de bom alvitre repetir o óbvio: Combate incansável à corrupção, a bandidos, ao tráfico de drogas, vigiar melhor as fronteiras, defender o cidadão de bem, levar saúde, educação e segurança a todos os brasileiros. Se assim agir, dará menos munição àqueles que estão a combatê-lo, falsos guardiões da moral e do bom costume. Evitar tudo aquilo que possa dar imagem negativa, que possa ferir o "politicamente correto".
     Bolsonaro é o único que pode varrer do mapa todos os esquerdopatas, tornando a nação brasileira grande novamente.
"Make Brazil great again". Se agir cautelosamente há imensas chances de chegarmos ao Planalto e decretar um país mais justo, com empregos e desenvolvimento.
    É o que todos desejamos ardentemente.
GENERAL ANTONIO HAMILTON MARTINS MOURÃO (PRTB), CANDIDATO A VICE-PRESIDENTE NA CHAPA DE JAIR MESSIAS BOLSONARO(PSL).

domingo, 5 de agosto de 2018

SERÁ QUE A CORRUPÇÃO VENCERÁ DE NOVO?

    Como deverá ser estas eleições sob a égide da Lava a Jato? Sabemos que o candidado Alckmin está rodeado de apoiadores corruptos e interesseiros. Se vencer, haja loteamento para favorecê-los em detrimento ao povo brasileiro.
    O PT e seus aliados já conhecemos sobejamente. Deus nos livre dessas pragas. O DEM será apoiador  e o MDB volta do mesmo jeitinho para enganar todo mundo com Meirelles.
         Os únicos em que coloco minhas esperanças são Álvaro Dias e Jair Bolsonaro. Qualquer dos dois que vença a corrupção estará momentaneamente afastada. Minha preferência é pelo capitão do Exército. Vejo nele a disciplina da qual tanto o país precisa para entrar de novo nos trilhos do desenvolvimento.
     Então a questão shakespeariana é "Sairemos ou não da velha corrupção? Com a palavra o eleitor."

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

VICE DE NADA

     Quanta decepção com a atual senadora gaúcha Ana Amélia Lemos que tem uma irrepreensível atuação no Senado Federal. Pois a dita cuja aceitou ser vice na chapa do enrolado Geraldo Alckmin que deve muitas explicações à justiça, no caso da construção do metrô de SP e ainda no caso DERSA. Se não foi ele, pelo menos indicou que fez as falcatruas.
       Pelo andar da carruagem, a pouco mais de dois meses para a eleição presidencial, as perspectivas de Alckmin são diminutas. Aliou-se com partidos que representam o que há de pior na política brasileira, como Valdemar da Costa Neto do PR, líderes do PP que respondem à Lava a Jato. Para ter um tempo maior na TV vendeu-se ao diabo. Dificilmente será eleito. E perderemos uma ótima senadora que renunciou a uma reeleição tranquila para definhar-se numa candidatura nati-morta. Mamma Mia!!!
    Entenda-se que é opinião, não é previsão. Portanto, nada contra é a favor de Geraldo Alckmin que até considero um bom candidato. Ele tem o apoio do meu dileto amigo Adaí Rosembak, carioca feliz, a quem tiro o meu chapéu.

         SENADORA ANA AMÉLIA LEMOS: TROCOU SEIS POR ZERO CHANCE DE ELEGER-SE.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

BRINCADEIRA TEM HORA

   O muito digno ministro Edson Luiz Facchin parece impregnado de desejo de "resolver" a situação do privilegiado presidiário da sala vip da Polícia Federal em Curitiba. Quer por quer que a sua situação seja definida até 15 de agosto. Parece surreal mas é a vergonhosa situação do STF composto por ministros que escandalosamente vestem a camisa vermelha do PT. Mamma Mia!!!
     Com certeza é um cenário apocalíptico no qual impera o reino do Anticristo, em que o mal deseja ser adorado como o próprio Deus verdadeiro. Fosse um cidadão de bem, uma pessoa honesta, não teria estas regalias de ter vários e diversos julgamentos, muitos dos quais meros expedientes repetitivos. Ainda vem este ministro (recém empossado como efetivo no TSE) dizendo essa blasfêmia de "querer tudo resolvido" antes das inscrições das candidaturas. Então, por acaso, não está o ilustre cidadão julgado e condenado por duas instâncias, por 12 anos de reclusão? Quer, porventura, o nobre ministro que ele adquira o "direito" (via STF) de vir a disputar o próximo pleito?
    Como sugestão ao sr. Facchin, caso seu intento logre êxito, que seu vice seja o ilustre Fernandinho Beira Mar. Valeu ministro?
DISCURSO DE EDSON LUIZ FACCHIN EM APOIO À PRESIDENTA CASSADA DILMA ROUSSEFF. PARECE BRINCADEIRA MAS NÃO É.

terça-feira, 31 de julho de 2018

FUZILAMENTO COM BALAS DE FESTIM

De Cláudia Wild

O dia em que ex-guerrilheiro, militantes e desarmamentistas tentaram “fuzilar” Bolsonaro. 

Não, não foi uma sabatina. E, definitivamente, não foi uma entrevista! Foi um convescote entre marxistas engajados na causa e um homem odiado que não poderia entrar no 'Clube dos Iluminados'. 

Ali estava a estupidez ideológica sobrepondo ao dever profissional do jornalismo, que é informar a verdade dos fatos para que o cidadão forme sua opinião. 

O que se viu no Roda Viva, ontem, foi um clássico exemplo do jornalismo militante brasileiro. O jornalismo que perdeu completamente a vergonha de mostrar a que veio, para quem trabalha e o que pretende manter. 

A começar pela escolha da bancada: todos militantes, defensores declarados da causa socialista. De ex-guerrilheiro do MR-8 até órfão choroso de Fidel Castro. 

Não fizeram perguntas, apresentaram libelos acusatórios sem direito ao contraditório: “racista, fascista, homofóbico, defensor da tortura", ou era “ista”, ou era o  “óbico”. Abusaram de afirmações rasteiras já devidamente esclarecidas pelo entrevistado em outras oportunidades. Não fizeram uma única pergunta relevante, inteligente. Sabem por quê?

- Porque o Brasil não interessa. O que importa é a manutenção da ideologia que defendem. Foi o ‘conversê' politicamente correto dos aduladores de Fidel Castro, que se dizem preocupados com a democracia nacional;  com as minorias ( massa de manobra ); com a superação da “terrível" ditadura militar; com a dívida histórica  e outros temas tão amados pelos engajados militantes do jornalismo. 

Não houve preocupação com  os planos de governo, suas estratégias para enfrentar os enormes problemas da nação. Ninguém se mostrou indignado com os 14 milhões de desempregados, com os mais de 65 mil homicídios anuais,  com a péssima educação nacional, com a  sofrível saúde pública, com a farta bandidagem armada; com o nefasto aparelhamento estatal; com a  falta de saneamento básico para quase metade da população do país, com o  peso dos impostos escorchantes, com o tamanho do Estado, com a dívida interna etc. O importante foi acusar, inventar e repetir mantras & mentiras para que eles se tornassem, talvez,  verdades e, assim, consigam  “abater” o candidato em pleno voo. 

O que se viu foi um show de imaturidade, mediocridade e parvoíce. Apresentaram um nível subginasiano  de interpretação de palavras, de um inacreditável pré-analfabetismo. Transbordaram sangue nos olhos e uma soberba descomunal! Uma arrogância que tentava desmerecer, humilhar  o acusado, digo entrevistado. O candidato saiu-se muitíssimo bem diante da situação bizarra onde entrevistadores se transformaram em inquisidores. 

O convescote mostrou ainda que a mídia não está em sintomia com os anseios de uma maioria exausta de tudo que deu errado no país. Ele deixou claro que, a mídia mainstream não percebe o quanto é arrogante em não respeitar um homem patriota, que deu voz a milhões de brasileiros. Fosse ela inteligente e olhasse  além de seu próprio e dilacerado umbigo, tentaria compreender o que se passa no Brasil da atualidade. Mas, não! Ela prefere continuar em sua empáfia para iludir-se na continuidade da manipulação das massas, tal qual o bêbado que crê na sua sobriedade.

Ademais, o jogo que se propuseram a jogar apenas encurtará o caminho de Jair Bolsonaro até seu objetivo. Escolheram a mentira para enfrentar os fatos. Escolheram o ataque baixo, achando que a defesa não será utilizada, pois acostumaram-se com as dóceis ovelhas nas mãos de seus algozes. Mal sabem eles que os tempos mudaram. Que não são mais os donos da informação e da formação da opinião. 

Assim, a lamentável hostilidade só teve um vencedor: o Capitão. Provavelmente, nenhum outro candidato sobreviveria politicamente ao que Bolsonaro sobreviveu. A situação fez dele um candidato mais forte, e, para o desespero de militantes, ex-guerrilheiros e defensores da democracia cubana... Em uma disputa limpa, ele será praticamente imbatível. Tentaram um fuzilamento com balas de festim.
Parece que a esquerda insiste em colocá-lo como representante da ditadura; sua eleição vai provar que é o melhor candidato na atual conjuntura, se olharmos para o Brasil, não para os umbigos.